SEM MAIS NEM MENOS NAS ESCOLAS

Em 2016, iniciamos nossas ações na Escola Municipal Padre Pinho, localizada no bairro Cruz das Almas em Maceió-AL. Nessa escola, trabalhamos com turmas do ensino fundamental, sendo quatro turmas do 6° ano e duas turmas do 7° ano. Aplicamos um questionário diagnóstico com a pretensão de compreender como os alunos visualizavam a Matemática no cotidiano. Com base na análise desses questionários, elaboramos materiais que abordassem a Matemática em situações do cotidiano dos estudantes, são elas:

Geocampo: jogo que relaciona a Matemática no campo de futebol abordando as figuras geométricas planas, bem como área e perímetro.

Desafios de lógica, Palavras cruzadas e Caça-palavrasatividades que abordam a Matemática utilizada nas profissões próximas da realidade dos alunos. Ressaltamos que essas três atividades formam o livro Matemática nas profissões publicado pela Sociedade Brasileira de Matemática (SBM) estando disponível para download em Materiais disponíveis.

Mais detalhes sobre a aplicação desses materiais podem ser encontradas no artigo PRODUTOS EDUCACIONAIS VOLTADOS PARA A MATEMÁTICA NO DIA A DIA GEOCAMPO E MATEMÁTICA NAS PROFISSÕES também disponível para download em MATERIAIS DISPONÍVEIS.

Aplicação do jogo Geocampo.

Geocampo.

Aplicação das atividades envolvendo a Matemática nas profissões.

Em 2018, o projeto iniciou as ações na Escola Estadual Dr. Fernandes Lima, localizada no Sítio São Jorge,  em Maceió-AL. Nessa escola, trabalhamos com 255 alunos do ensino fundamental, sendo duas turmas do 6º ano e quatro turmas do 7º ano. Aplicamos um questionário diagnóstico com a pretensão de compreender como os alunos visualizavam a Matemática no dia a dia e se percebiam a sua interdisciplinaridade. Com base na análise desse questionário, elaboramos jogos e atividades com a temática Matemática nas disciplinas, são eles:

TrilhaMat Esporte: jogo que relaciona a Matemática com a Educação Física, abordando curiosidades Matemáticas no mundo dos esportes.

Memóricas - o jogo numérico de cartas: jogo de memória que relaciona a Matemática com a História, abordando sistemas de numeração hindu-arábico, romano e egípcio.

Coordenando - resolvendo desafios através de coordenadas: atividade que relaciona a Matemática com a Geografia, abordando o sistema cartesiano e o mapa do Brasil.

Navegando em rimas Matemáticas: atividade que relaciona a Matemática com a Língua Portuguesa, abordando conceitos matemáticos em poemas.

Operacores - a simetria através de operações: atividade que relaciona a Matemática e Arte, abordando operações aritméticas, simetria, círculo cromático e cores primárias.

Experiências envolvendo Matemática e Ciências: atividades que relacionam a Matemática com a Ciências, abordando proporções e curiosidades da Ciências.

Aplicação do jogo TrilhaMat Esporte.

Aplicação das Experiências envolvendo Matemática e Ciências.

Em 2018, o projeto realizou um dia de ações na Escola Municipal Barão do Rio Branco, localizada no bairro Pai João em Taquarana-AL. Nessa escola, trabalhamos com duas turmas do 6° ano do ensino fundamental, totalizando 38 alunos, onde aplicamos os jogos e atividades já elaboradas: Geocampo, Coordenando - resolvendo desafios através de coordenadas, Navegando em rimas matemáticas e Operacores - a simetria através de operações.

Aplicação atividade Operacores - a simetria através de operações.

Aplicação da atividade Coordenando - resolvendo desafios através de coordenadas.

Alunos da Escola Municipal Barão do Rio Branco


Em 2019, iniciamos as atividades na Escola Estadual Professor José Remi Lima, localizada no bairro Clima Bom II, em Maceió-AL. Nessa escola, trabalhamos com 89 alunos do ensino fundamental, sendo quatro turmas do 6º ano. Aplicamos um questionário diagnóstico, com o objetivo de compreender como os alunos visualizavam a Matemática no dia a dia e se percebiam a sua relação com as estações do ano. A princípio aplicamos o jogo Matematizando com a amarelinha da ciência que trabalha a interdisciplinaridade entre a Matemática e a Ciências através de resoluções de desafios substituindo a atividade Experiências envolvendo Matemática e ciência. Em seguida, com base nas informações coletadas dos questionários, elaboramos atividades específicas com a temática Matemática nas estações do ano, são eles:

Quem sou eu: jogo de charadas introdutório que aborda algumas características e informações acerca das estações do ano.

Triângulo de Sierpinski: atividade que aborda a geometria fractal, com o propósito de apresentar aos alunos a noção de fractal, além de trabalhar os conteúdos triângulo equilátero, ponto médio e semelhanças de triângulo.

Nevando triângulos - construindo o floco de neve de Koch: atividade que evidencia a presença da Matemática na estação inverno através do fractal de Helge Van Koch, abordando potências de base 3 e divisibilidade.

Árvore fractal - o outono e os divisores: atividade que evidencia a presença da Matemática na estação outono através de fractais existentes nos galhos das árvores e, além disso, realiza a prática dos conceitos de múltiplos e divisores de números naturais.

Rake - a simetria no outono: jogo de cartas que evidencia a presença da Matemática na estação outono através da simetria e das estratégias para a hibernação de animais, abordando o conteúdo frações e raciocínio lógico.

Verão maceioense - estudando formas geométricas: Atividade que evidencia a existência da Matemática na estação verão através de formas geométricas presentes nas praias de Maceió - AL.

Girassol matemático - a sequência de Fibonacci e as sementes: jogo de tabuleiro que evidencia a presença da Matemática na estação primavera através da sequência de Fibonacci presente na planta girassol.

Jogo do Pontinho - os hexágonos das abelhas: jogo que destaca a existência da Matemática na estação primavera através da organização interna das abelhas na polinização e armazenamento do mel, trabalhando o raciocínio lógico e abordando conceitos de otimização de área e volume.

Aplicação de jogos e atividades na Escola Estadual Prof. José Remi Lima.

Aplicação de jogos e atividades na Escola Estadual Prof. José Remi Lima.

No mesmo ano, o projeto realizou ações na Escola Estadual Professora Gilvana Ataíde Cavalcante Cabral, localizada no bairro Santa lúcia em Maceió-AL. Nessa escola, trabalhamos com 134 alunos divididos em três turmas de 9° ano do ensino fundamental. Aplicamos um questionário diagnóstico com a pretensão de compreender como os alunos visualizavam a Matemática no dia a dia e se eles percebiam a sua existência na cultura alagoana. Iniciamos com a aplicação dos materiais didáticos anteriores: Verão maceioense - estudando formas geométricas; Rake - a simetria no outono; Nevando triângulos - construindo floco de neve de Koch e Girassol matemático - a sequência de Fibonacci e as sementes. Em seguida, com base na análise do questionário, elaboramos sete atividades com a temática Matemática na cultura alagoana, são eles:

Filé - a Matemática do bordado: atividade que destaca a existência da Matemática no bordado filé alagoano, abordando os conteúdos plano cartesiano, frações e simetria.

Arraiá geométrico: atividade que destaca as formas geométricas nos passos da quadrilha junina, abordando os conteúdos polígonos e ângulos.

Guerreiro alagoano - o chapéu triangular: atividade que destaca os números triangulares dos pitagóricos no chapéu do Guerreiro alagoano, abordando os números figurados, multiplicações de números naturais e a soma de Gauss.

O compasso do frevo: atividade que evidencia a Matemática na sombrinha do frevo através da construção geométrica com régua e compasso, abordando os conteúdos de polígonos, área e retas opostas pelo vértice.

Quilombo - a Matemática da capoeira e do coco de roda: atividade que destaca a Matemática presente no quilombo alagoano através da capoeira e do coco de roda através da construção geométrica com régua e compasso, abordando os conteúdos ângulos, distância e ponto médio.

Cangaço - o chapéu estrelado: atividade que evidencia a Matemática no chapéu de cangaço através da confecção do chapéu de cangaço utilizando a construção geométrica com régua e compasso. Além disso, aborda os conteúdos circunferência, ponto médio, fração e semelhança de triângulos.

Bumba meu boi - as funções dos chifres: atividade que destaca a Matemática presente nos chifres dos bumba meu boi, abordando os conteúdos funções afim, plano cartesiano e proporção.

Aplicação da atividade O compasso do frevo.

Aplicação da atividade Filé - a Matemática do bordado.

Aplicação da atividade Bumba meu boi - as funções dos chifres.

Para finalizar ciclo de ações de 2019, o projeto realizou um dia de atividades na Escola Estadual Professora Edite Machado, localizada no centro da cidade em Capela-AL. Nessa escola, trabalhamos a temática Matemática na cultura alagoana com 48 alunos distribuídos em duas turmas da 2° série do ensino médio. Aplicamos as atividades já elaboradas Arraiá geométrico, O compasso do frevo, Quilombo - a Matemática da capoeira e do coco de roda e Cangaço - o chapéu estrelado.

Alunos da Escola Estadual Professora Edite Machado.

Alunos da Escola Estadual Professora Edite Machado.

Docentes da Escola Estadual Professora Edite Machado.

Em 2020, devido à pandemia do Covid-19, o projeto de extensão Sem mais nem menos lançou o Sem mais nem menos on-line, uma adaptação do projeto original nesse momento em que alunos e professores da educação básica estão desenvolvendo suas atividades de forma virtual. O Sem mais nem menos on-line realiza webconferências com professores de Matemática da educação básica e aplicações das nossas atividades já elaboradas à alunos do ensino fundamental II e ensino médio através de lives na rede social instagram.